Ceará encara o Foz do Iguaçu por vaga na 3ª fase da Copa do Brasil – Rádio Asa Branca 99,5 – A Rádio de Boa Viagem

Ceará encara o Foz do Iguaçu por vaga na 3ª fase da Copa do Brasil

Pelo caráter eliminatório, com as duas primeiras fases em jogo único, cada jogo da Copa do Brasil vale muito, vale milhões para quem avança. Assim, cada partida se torna uma decisão de campeonato, um duelo muito valioso ao planejamento dos clubes.

E para o Ceará, time de Série A do Campeonato Brasileiro e com investimentos altos para 2019, que encara o Foz do Iguaçu, hoje, às 19h15, no Estádio ABC, no interior paranaense, pela 2ª fase desta Copa do Brasil, continuar vivo no torneio nacional tem significado duplo: primeiro, se avançar, o Vozão receberia a cota de R$ 1 milhão e 450 mil, praticamente a folha salarial mensal do clube. Em segundo, chegar à 3ª fase com uma vitória fora de casa, situação que ainda não ocorreu nesta temporada. O que daria mais moral para um duelo com o Corinthians, que espera o adversário entre Foz e Ceará, em duas partidas de forte apelo.

Na 1ª fase, o Alvinegro eliminou o Central de Caruaru, também em jogo único, ao empatar por 1 a 1. O Vozão avançou em razão de ter a vantagem do empate por ser o visitante, detalhe do regulamento que não será repetido hoje.

Na 2ª fase, o mando de campo foi definido por sorteio e o visitante não tem a vantagem do empate. Caso o jogo termine empatado, a vaga será decidida nos pênaltis.

Com uma partida tão valiosa, o time poupou a maioria dos titulares no domingo, contra o Barbalha, pelo Cearense, no empate por 1 a 1 no Domingão, com apenas o meia Felipe, o zagueiro Luiz Otávio e o goleiro Fernando Henrique iniciando a partida.

O técnico Lisca tem apenas uma dúvida na formação do Vovô. O lateral-esquerdo João Lucas foi poupado do jogo de domingo por conta de um desgaste físico e embora esteja com o grupo, pode ser vetado. Assim, Thiago Carleto faria sua estreia pelo Ceará.

O treinador encara o jogo como uma decisão e espera o Ceará mais assertivo fora de casa. “Espero uma dificuldade grande, como é a Copa do Brasil para todos. É foco total, decisão. Não temos nem a vantagem do empate como na fase anterior, por isso precisamos ser mais assertivos fora de casa. Será uma decisão para nós”, disse.

O zagueiro Luiz Otávio também reforçou o caráter decisivo do duelo com o Foz. “Temos mais uma final. Vamos lá fazer um jogo seguro, bastante inteligente. Colocar em prática o treinado e trabalhar para nos classificarmos”.

Má fase

O Foz do Iguaçu não vive um bom momento no Campeonato Paranaense, realizando a pior campanha. No primeiro turno, a equipe somou apenas um ponto em seis jogos, sofrendo 13 gols e não marcando nenhum. Na primeira fase da Copa do Brasil, o Foz venceu em casa, por 1 a 0, o Boa Esporte/MG e avançou.

 

 

 

 

 

Sistema Asa Branca de Comunicação

FONTE: Diário do Nordeste