Ceará garante permanência na Série A do Brasileirão – Rádio Asa Branca 99,5 – A Rádio de Boa Viagem

Ceará garante permanência na Série A do Brasileirão

 

Torcida alvinegra pode comemorar. O Ceará está matematicamente livre do rebaixamento após o encerramento da 37ª rodada da Série A, coroando a espetacular campanha de recuperação da equipe a partir da chegada de Lisca. Com ele, foram são 28 jogos, com 10 vitórias, 10 empates e apenas oito derrotas. Com o ponto somado no domingo, contra o Atlético/PR, fora de casa, em 2 a 2, além do empate de ontem, entre São Paulo e Sport, no Morumbi, que garantiu a salvação alvinegra, o Vozão não pode mais ser ultrapassado por 4 adversários.

“Era uma situação muito complicada, todo mundo nos dava como rebaixados. Cinco pontos em 36 disputados, pior início da história da Série A. Refizemos alguns conceitos do time, tivemos chegadas que nos ajudaram a fazermos uma campanha de G-7. Essa permanência, para nós é um título”, disse Lisca.

Assim, livre com uma rodada de antecedência, o bravo time do Ceará já mira a classificação para a Copa Sul-Americana, que seria um prêmio à dedicação e superação de um grupo que nunca deixou de acreditar na permanência, mesmo quando o time era último colocado, sem nenhuma vitória e com apenas com 5 pontos em 12 rodadas.

Com uma campanha de recuperação notável no returno da Série A, o Alvinegro contrariou os matemáticos, que davam 95% de chance queda no momento da parada da Copa do Mundo. Mas Lisca trabalhou magistralmente seu grupo, destacando que um novo campeonato se iniciaria a partir da rodada pós-Mundial, o duelo contra o Sport, no PV. E assim foi no dia 18 de julho.

Abraçado pela torcida, o Ceará venceu a primeira na Série A, por 1 a 0, gol de Arthur, e não parou mais: venceu o Fluminense, pela 16ª rodada, o Paraná na seguinte, encerrando o turno com o bom empate fora de casa contra o Vasco, e reduzindo para 5 pontos a diferença para sair do Z-4.

Soberbo

Mas foi no returno que o Vovô mostrou sua força e conseguiu uma reação jamais vista na Série A. Nenhum clube que tinha apenas 5 pontos nas 12 primeiras rodadas da Série A conseguiu escapar do rebaixamento na era dos pontos corridos. A Portuguesa, em 2013, e Atlético/PR, em 2011, tentaram, mas não conseguiram.

Mas o Vozão, com uma campanha de Libertadores, somou 27 pontos em 18 rodadas, com 50% de aproveitamento, garantiu uma permanência inacreditável na Série A.

Na 3ª rodada do returno, o jogo mais emblemático da equipe de Lisca na Série A mostrava a força alvinegra e que o sonho era possível. O Vozão bateu nada menos que o postulante ao título Flamengo, no Maracanã, com gol de Leandro Carvalho nos acréscimos, enchendo de esperança a torcida.

A partir daí, o clube foi soberbo. O Vozão embalou de vez vencendo o Corinthians na rodada seguinte, por 2 a 1, no Castelão, bateu rivais diretos essenciais (Vitória e Chape), venceu os mineiros Cruzeiro (fora) e Atlético/MG (em casa). E no último domingo, conseguiu um valoroso empate em 2 a 2 com o Atlético/PR ponto essencial para o “fico”, coroando uma campanha notável e inesquecível.

 

Sistema Asa Branca de Comunicação

FONTE: Diário do Nordeste