Ceará recebe São Paulo e pode subir quatro posições na Série A – Rádio Asa Branca 99,5 – A Rádio de Boa Viagem

Ceará recebe São Paulo e pode subir quatro posições na Série A

A atual colocação do Ceará assusta, em 16º lugar, apenas uma posição acima da zona de rebaixamento, mas o clube faz hoje seu jogo atrasado, um “bônus” na tabela para melhorar a situação na Série A. O adversário é o São Paulo, às 19h15, na Arena Castelão, pela 16ª rodada. Após o duelo, o time enfim equilibra todas as partidas pendentes no calendário alterado pela Covid – arrastado até fevereiro de 2021. A Rádio Verdes Mares transmite tudo ao vivo, com tempo real do Diário do Nordeste.

É fato: o tricolor é uma das sensações da temporada e tem alto investimento no elenco. O embate se mostra difícil ao plantel de Guto Ferreira, mas precisa ser encarado como oportunidade.
Quando entrar em campo, o Vovô será o 16º colocado, com 25 pontos – apenas um a mais que o Vasco, primeiro da zona de rebaixamento. Nesse caso, o peso da pontuação reside no cenário dos demais rivais. Se empatar, sobe duas posições e deixa para trás Corinthians (26) e Sport (25).

O triunfo será ainda mais valorizado. Bater o São Paulo significa um salto de quatro equipes: o Ceará ficaria em 12º, na faixa de classificação para Copa Sul-Americana e quatro de distância do Z-4. É respiro na sequência da competição e confiança para as rodadas seguintes, quando tem pela frente: Vasco (F), Bahia (F) e Atlético-GO (C) – equipes envolvidas na briga diante do descenso.
“A gente sabe a dificuldade, vem em uma crescente. Vamos buscar fazer o nosso melhor e tentar a vitória. Espero sempre vencer. Indiferentemente a quem esteja na nossa frente. Respeitando a equipe do São Paulo”, analisou Guto.

Para escalação do time principal, a comissão técnica tem indefinições. Apesar da manutenção do esquema 4-2-3-1, uma variação foi testada no empate com o Atlético-MG: Charles na ponta direita e Fernando Sobral ocupando o meio-campo.

A postura foi desfeita em 39 minutos, com entrada de Léo Chú. A mexida ampliou a ofensividade alvinegra e deve ser mantida para novo confronto em casa. No lado direito, Lima ganhou nova chance e correspondeu com gol. O lance pode credenciá-lo entre os titulares mais uma vez.
Assim, apesar da regularidade, Charles pode ser sacado. O volante perdeu rendimento nas últimas exibições por desgaste. E os indícios de mudança também chegam ao ataque. Às vésperas do confronto, o clube oficializou a rescisão com Rodrigão, que estava emprestado pelo Santos.
Com a saída do centroavante, as opções são Felipe Vizeu e Cléber. O primeiro é o titular e até marcou gol no Galo, mas sentiu lesão muscular e foi substituído. O departamento médico avalia o atleta e irá lançar boletim sobre o quadro clínico dos jogadores uma hora antes da bola rolar.

A tendência é de Cléber na frente. O atleta soma quatro gols no Brasileirão e oferece ganho técnico na bola aérea, tanto ofensivo como defensivo. Vale ressaltar que Saulo, Gabriel Lacerda e André Luiz se recuperam de Covid-19. William Oliveira está em fase de transição, enquanto Luiz Otávio é dúvida por contusão no ombro.

Protesto

Torcida do Ceará realizou protesto ontem na sede do clube, em Porangabuçu. A maioria dos envolvidos na ação eram membros de organizadas. Durante o ato, as principais críticas foram para a cúpula alvinegra e o elenco. Em vídeos divulgados nas redes sociais é possível perceber gritos como “time sem vergonha”.

São Paulo
O técnico Fernando Diniz tem baixas importantes para a partida na Arena Castelão. A principal é no sistema ofensivo, com o atacante Brenner suspenso por acúmulo de cartões amarelos. O atleta de 20 anos tem seis gols no Brasileirão e deve ceder vaga para o centroavante Pablo.

Já no setor defensivo, o zagueiro titular Bruno Alves foi cortado da lista de relacionados. O defensor manteve contato com um familiar que foi diagnosticado com Covid-19.

Ficha Técnica

Série A do Brasileiro – 16ª rodada
Arena Castelão, em Fortaleza
25 de novembro – 19h15

Ceará
Fernando Prass, Samuel Xavier, Eduardo Brock, Tiago Pagnussat, Bruno Pacheco, Fernando Sobral, Fabinho,
Vina, Lima, Léo Chú e Cléber. Técnico: Guto Ferreira

São Paulo
Tiago Volpi, Juanfran, Diego Costa, Léo, Reinaldo, Luan, Gabriel Sara, Daniel Alves, Igor Gomes, Luciano e
Pablo. Técnico: Fernando Diniz

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ – FIFA); Transmissão: ao vivo na Rádio Verdes Mares e Premiere, tempo real no Diário do Nordeste

 

Sistema Asa Branca de Comunicação