Jovem é morto pelo próprio irmão no Parque Potira, em Caucaia – Rádio Asa Branca 99,5 – A Rádio de Boa Viagem

Jovem é morto pelo próprio irmão no Parque Potira, em Caucaia

Um homem de 21 anos foi morto pelo próprio irmão no bairro Parque Potira, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A vítima foi identificada como Liceu Nascimento de Oliveira, assassinado na noite desta quinta-feira (5). O crime aconteceu após uma discussão entre os dois irmãos, que consumiram bebida alcóolica, de acordo com testemunhas.

O suspeito do crime ainda não foi identificado. O homicídio aconteceu na Rua Anhangá, mas os dois irmãos residiam na Rua Araré — localizada no mesmo bairro — em uma casa com outros familiares. Segundo moradores da região, os dois irmãos bêbados começaram uma discussão em casa. Depois, eles saíram de casa e continuaram discutindo em via pública, até que iniciaram agressões físicas na rua vizinha.

O homicídio ocorreu na frente de um galpão onde continha diversos materiais de construção, como pedras e pedaços de madeira. O suspeito pegou parte desse material e golpeou diversas vezes o próprio irmão, principalmente contra a cabeça dele. Testemunhas informaram que mesmo após o óbito, o homem continuou golpeando o irmão, que ficou com o rosto desfigurado.

Os moradores do bairro relatara ainda que ambos tinham o costume de beber juntos, e sempre brigar por devido ao consumo de bebida alcóolica. Os agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) que atenderam a ocorrência receberam um chamado via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) sobre uma briga na Rua Araré. Porém, quando chegaram ao local, o jovem já havia sido assassinado.

Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram ao local para colher as primeiras informações. E agentes da Perícia Forense do Ceará recolheram os pedaços de madeira e pedras usados no crime.

O Sistema Verdes Mares aguarda mais detalhes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) sobre o homicídio.

 

Sistema Asa Branca de Comunicação

FONTE: Diário do Nordeste